Cine-Lar Fantastic, a primeira revista brasileira de ficção científica

A primeira revista brasileira dedicada à ficção científica foi a Fantastic, ou Cine-Lar Fantastic, editada entre 1955 e 1961 em um total de 12 volumes sem qualquer periodicidade regular. A Fantastic se propunha, como anunciado em suas capas, a ser a Versão Brasileira da Revista Americana Fantastic, e, de fato, seu conteúdo era, de forma exclusiva, a tradução de textos originais daquele famoso periódico de ficção científica americano.  Tive a felicidade de encontrar aqui e ali, em alguns sebos, alguns dos números da Fantastic e algo que sempre me impressionou foi a qualidade e temática das artes de sua capa, provavelmente adaptações de ilustrações da revista americana.

Conteúdo do Número 1, 1955:

  • Anjos no Disco Voador – Jerome Biby
  • Nosso Concurso de Contos Fantásticos – a redação
  • Vingança de Além-Túmulo – Fritz Leiber
  • Passageiro para a Lua – Ivar Jorgensen
  • Um Crime no Ano 1999 – Dean Evans
  • O Homem das Sombras – Roy Huggins
  • O Coração Acusador – Edgar Allan Poe
  • Moleque Pardo _ Caboclo D’Água – Zaé Júnior

 

facebooktwittergoogle_plusmail