Coleção Terramarear

A Coleção Terramarear foi uma publicação destinada primordialmente ao público infanto-juvenil, levada às livrarias brasileiras, a partir de 1933, pela Companhia Editora Nacional, de então propriedade de Monteiro Lobato. Por meio de novas traduções executadas por autores de respeitável renome, como o próprio Monteiro Lobato, Manoel Bandeira e Agrippino Grieco, o público brasileiro teve o primeiro contato com inúmeros clássicos da literatura estrangeira.

Além da qualidade dos livros em si, a Coleção Terramarear encanta pela arte de suas capas, majoritariamente obras de Jurandyr Ubirajara Campos, genro de Monteiro Lobato.

São os seguintes os livros lançados na Coleção até o número 68, por título, autor e ano da primeira edição:

  1. Mowgli, o Menino Lobo – Rudyard Kipling – 1933 – tradução de Monteiro Lobato
  2. Song-Kay, o Pirata – Emilio Salgari – 1933 – tradução revista por Júlio César da Silva
  3. O Prisoneiro dos Pampas – Emilio Salgari – 1933 – tradução revista por Júlio César da Silva
  4. Os Náufragos de Bornéo – Thomas Mayne Reid – 1933- tradução revista por M.L. (provavelmente Monteiro Lobato)
  5. Os Negreiros de Jamaica – Thomas Mayne Reid – 1933 – tradução revista por M.L. (provavelmente Monteiro Lobato)
  6. Tarzan, o Filho das Selvas – Edgar Rice Burroughs – 1933 – tradução de Alvaro Eston
  7. A Volta de Tarzan – Edgar Rice Burroughs – 1933 – tradução de Murilla Torres
  8. A Ilha do Thesouro – Robert Louis Stevenson – 1933 – tradução de Alvaro Eston
  9. O Corsário Vermelho – J. Fenimore Cooper – 1933 – “tradução selecionada” de Raul de Polillo
  10. A Ilha de Coral – Robert Michel Ballantyne – 1933 – tradução de Godofredo Rangel
  11. Ao Longo do Amazonas – W.H.G. Kingston – 1933 – “versão” de Júlio César da Silva
  12. Caninos Brancos – Jack London – 1933 – tradução de Monteiro Lobato
  13. O Príncipe e o Pobre – Mark Twain – 1933 – tradução de Paulo de Freitas
  14. O Náufrago do Espaço – Gustavo Le Rouge – 1933 – tradução de Adriano de Abreu
  15. Jacala, o Crocodilo – Rudyard Kipling – 1934 – tradução de Monteiro Lobato
  16. Aventuras de um Garimpeiro – Emilio Salgari – 1934 – tradução de Euclides Andrade
  17. As Feras de Tarzan – Edgar Rice Burroughs – 1933 – tradução de Medeiros e Albuquerque
  18. Os Náufragos do Igapó – Thomas Mayne Reid – 1934 – tradução de Tito Marcondes
  19. Aventuras de Huck – Mark Twain – 1934 – tradução de Monteiro Lobato
  20. A Vingança do Iroquez – Emilio Salgari – 1933 – tradução de Agrippino Grieco
  21. Raptado – Robert Louis Stevenson – 1933 – tradução de Agrippino Grieco
  22. O Astro do Terror – Gustavo Le Rouge – 1934 – tradução de Adriano de Abreu
  23. Robin Hood – Monteiro Lobato – 1937
  24. O Filho de Tarzan – Edgar Rice Burroughs – 1934 – tradução de Godofredo Rangel
  25. O Tesouro de Tarzan – Edgar Rice Burroughs – 1934 – tradução de Manuel Bandeira
  26. O Tesouro das Ilhas Galápagos – André Armandy – 1934 – tradução de Godofredo Rangel
  27. Mil Milhas por Hora – Herbert Strang – 1934 – tradução de Waldemar Cavalcanti
  28. As Viagens de Tom Sawyer – Mark Twain – 1934 – “versão brasileira” de Paulo de Freitas (consta na contracapa como “Tradução do original francês ‘Tom Sawyers à Travers Le Monde”)
  29. Os Canibais do Pacífico – Emilio Salgari – 1935 – tradução de Euclides Andrade
  30. A Viagem Submarina – J. Rengade – 1934 – tradução de Gustavo Barroso
  31. Tarzan na Selva – Edgar Rice Burroughs – 1934 – tradução de Azevedo Amaral
  32. Diamante Negro – Anna Sewell – 1935 – tradução de Monteiro Lobato
  33. O Último dos Mohicanos – J. Fenimore Cooper – 1935 – tradução de Agrippino Grieco
  34. Tarzan, o Destemido, Vol. 1 – Edgar Rice Burroughs – 1935 – tradução de Basílio de Magalhães
  35. Tarzan, o Destemido, Vol. 2 – Edgar Rice Burroughs – 1935 – tradução de Basílio de Magalhães
  36. Tarzan, o Terrível – Edgar Rice Burroughs – 1935 – tradução de Monteiro Lobato
  37. Tarzan, o Rei da Jangal – Edgar Rice Burroughs – 1935 – tradução de Godofredo Rangel
  38. Tarzan e os Homens Formigas – Edgar Rice Burroughs – 1935 – tradução de Paulo de Freitas
  39. Tarzan e o Leão de Ouro, Vol 1 – Edgar Rice Burroughs – 1935 – tradução de Azevedo Amaral
  40. Tarzan e o Leão de Ouro, Vol 2 – Edgar Rice Burroughs – 1935 – tradução de Azevedo Amaral
  41. Terra de Suspeição – André Armandy – 1936 – tradução revista por Godofredo Rangel
  42. A Ilha Cahida do Céu – H.J. Magog – 1936 – tradução de Álvaro Moreyra
  43. O Continente Aéreo – Jesus de Aragón – 1936 – tradução de Gustavo Barroso
  44. A Destruição da Atlântida, Vol 1 – Jesus de Aragón – 1936 / A Destruição da Atlântida, Vol 2 – Jesus de Aragón – 1936 – tradução de Gustavo Barroso
  45. Salvos do Mar – W.H.G. Kingston – 1936 – tradução de Paulo de Freitas
  46. O Fantasma do Sandokan – Emilio Salgari – 1936 – tradução de Godofredo Rangel
  47. Os Heróis do Mar, Vol 1 – Charles Kingsley – 1937 / Os Heróis do Mar, Vol 2 – Charles Kingsley – 1937 – tradução de Paulo de Freitas
  48. Perdidos no Deserto – Thomas Mayne Reid – 1936 – tradução de Godofredo Rangel
  49. Aventuras Maravilhosas do Capitão Corcoran – A. Assolant – 1936 – tradução de Manuel Bandeira
  50. Tarzan e o Império Perdido – Edgar Rice Burroughs – 1936 – tradução de Basílio de Magalhães
  51. Tarzan no Centro da Terra – Edgar Rice Burroughs – 1936 – tradução de Monteiro Lobato
  52. Tarzan, o Invencível – Edgar Rice Burroughs – 1937 – tradução de Paulo de Freitas
  53. Tarzan Triumphante – Edgar Rice Burroughs – 1937 – tradução de Azevedo Amaral
  54. O Irmão do Diabo – Walter Baron (pseudônimo de Jerônymo Monteiro) – 1937
  55. O Engenheiro Pinson – Lucien Biart – 1937 – tradução de Godofredo Rangel
  56. Na Fronteira Indiana – Lucien Biart – 1937 – tradução revista por Godofredo Rangel
  57. Nas Selvas do México  – Lucien Biart – 1937 – tradução de Godofredo Rangel
  58. O Segredo do Mestiço – Lucien Biart – 1937 – tradução revista por Godofredo Rangel
  59. Os Exilados da Terra – Andre Laurie – 1937 – tradução revista por Godofredo Rangel
  60. Perdidos na Lua – Andre Laurie – 1937 – tradução revista por Godofredo Rangel
  61. Guilherme, o Grumete – Thomas Mayne Reid – 1937 – tradução revista por Godofredo Rangel
  62. O Batedor de Florestas – Gabriel Ferry – 1940 – tradução revista por Godofredo Rangel
  63. A Cidade Sepultada – Jesus de Aragón – 1940 – tradução de Rubem Braga
  64. A Caça ao Leviatã – Thomas Mayne Reid – 1940 – tradução de Tito Marcondes (consta na contracapa “Para esta tradução serviu-se do original francês: La chasse du L’eviathan”)
  65. O Terror do Ar – William LeQueux – 1940 – tradução de Azevedo Amaral
  66. A Prisioneira do Dragão Vermelho – Jean de la Hire – 1940 – tradução de Tito Marcondes
  67. Tarzan e a Cidade de Ouro – Edgar Rice Burroughs – 1940 – tradução de Azevedo Amaral
  68. O Rei das Nuvens – Camille de Cendrey – 1940 – sem créditos de tradução
facebooktwittergoogle_plusmail